SACX – Metal Gear Solid V: Ground Zeroes e The Phantom Pain

ATENÇÃO!!!! CONTÉM SPOILERS DO COMEÇO AO FIM!

Um podcast discutindo a história, os bastidores e o gameplay da despedida de Hideo Kojima à série Metal Gear.
Com participação especial de Juunin, do site Bitstudio Amp!

DOWNLOAD DO PODCAST

Feeds

Assine os nossos feeds pelo iTunes ou seu agregador favorito!

Assine pelo iTunes Assine pelo RSS

Contato

Você pode enviar um e-mail para superamibos@gmail.com ou nos fazer perguntas no ask.fm/superamibos

Links

Participantes

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone
  • Tony Horo

    Acho que esse foi o primeiro caso de spoiler onde a vontade de jogar aumentou ao invés de diminuir.
    Eu sinceramente não sabia sobre o rolo Ishmael/Venom Snake e achei a ideia tão foda que reacendeu minha vontade de jogar, que tinha apagado desde que fechei os 4 jogos principais + Peace Walker ano passado, em sequencia.

    E sobre as possíveis sequencias, acho que o mais certo de acontecer são remakes do 1 e do 2, pois aí a Konami não vai entrar no gelo fino de tentar criar algo totalmente novo sem o Kojima e ainda vão trazer o interesse de quem não quis jogar o do MSX. Vão ser jogos de menor investimento e com retorno certo.

    • A gente meio que acabou falando praticamente tudo mesmo do jogo, mas mesmo assim vale a pena jogar até o fim porque pode ser que os fechamentos do Ocelot, do Kaz e do Zero podem despertar interpretações diferentes pra você! =D

  • Rafael Bard

    Ê delícia, já começa com The man who sold the world :3
    Enfim, como sou fã da série, acho que lá vem textão, sorry.

    1: Quando comecei o jogo eu falei “quem ta dublando o Ishmael é o Kiefer”. E mesmo percebendo isso e o jogo dando várias dicas, eu pensei a mesma coisa queo Bonatti. E isso se fortaleceu mais ainda quando ele sumiu da ambulância.

    2: Não, o plano não foi do Big Boss, foi do Zero. E ele não saiu para construir Zanzibar Land. Ele foi construir Outer Heaven, que anos depois de ele assumir comando da Foxhound ele passa o comando para o Venom para que não suspeitem que ele é o líder de Outer Heaven. Não há nenhuma pista ou indício de que de fato a motherbase tenha se tornado Outer Heaven. Mesmo porque, é geograficamente impossível.

    3: Ground Zeroes não foi uma demo. Ele é o prólogo do TPP. Ele e o GZ, assim como o Kojima explicou, juntos, formam o MGSV. A Konami que pressionou pra ele poder lançar logo e ficou esse negócio errado. E pra chamar de demo ou falar que da pra terminar em 5min ou 2hr, tem que ser muito desonesto.

    4: XOF não era anti FOX e sim o grupo que limpava a bagunça da FOX. O Skull Face explica isso no TPP.

    5: A cypher não queria fazer o mundo inteiro falar inglês, eles estavam estudando como fazer isso mas a pesquisa foi abandonada. O Skull Face que foi lá e reviveu a pesquisa pra se vingar do Zero.

    6: O que não faz sentido é o David Hayter fazer a voz do Big Boss, isso sim. Ele faz a voz do clone com os genes “ruins”. Cada clone tem uma voz, simplesmente não faz sentido. E justamente por isso, qu ele foi substituido. E ele só fez a voz do Big Boss porque o Kurt Russel recusou lá na época de MGS3.

    7: Gente, parece que vocês não jogaram ou não leram nada. O Ocelot é o Nice guy porque o Zero deu essa missão a ele de ajudar o Venom. Ele não faz isso só pelo Zero, mas sim pelo próprio Big Boss também. Isso fica bem claro nas fitas.

    8: A cena do míssil no helicóptero do Ground Zeroes foi revelada através de uma alucinação. Colocar assim como sendo uma verdade, é quase afirmar que a Paz ta viva porque tiraram a bomba… e sabemos que isso não é verdade.

    9: Bonatti, o filho da Boss é o Ocelot. E no Helicoptero é o Eli mesmo.

    10: O Kaz não está cego. Tem uma referencia a isso logo quando você resgata ele. Ele tem uma doença, mas não lembro agora qual é.

    11: gente, Vocês estão reclamando de Side ops serem repetitivas. Na boa, joga aí rapidinho qualquer jogo open world e comparem. Só façam isso. Sem contar que PW era muiiiito pior nisso.

    12: Se você acha que está construindo uma base pra nada, você não jogou missões de FOB. Pior ainda, não jogou o PW…
    E pra não dizer que não tem nada, da pra pegar diamantes na base e tem uns emblemas escondidos.

    13: Você não encontrou a Sniper Wolf porque ela encontra o Big Boss, não o Venom…

    14: Rank S usando o D Walker? You’re pretty good! Eu fiz rank S em tudo usando o D Dog, eu não tinha mais a Quiet.

    15: Não precisa vencer a Quiet com tranquilizante, no final da missão se você não atira nela é o suficiente. Da pra usar rifle letal de boa.

    16: O Huey é o ponto de vista comum da américa, de um cidadão normal quanto aos Diamond Dogs. Era pra ele ter sido o Ishmael. Mas isso foi alterado porque eles teriam colocado um ponto de vista muito negativo quanto aos Diamond Dogs.

    17: Na luta contra o Metal gear eu peguei o tanque e pronto…não deu tempo den dele usar a Archaea. Fiquei em primeiro lugar na leaderboard da missão extrema até. Mas agora já superaram meus pontos =/

    18: A pistola d’água funciona sim no Volgin. Procura no youtube que você vai achar alguém fazendo isso.

    19: A cena da chuva tem uma referência a Rocky 3. Vejam a cena do Rocky e o Apollo na praia.

    20: Não Jone, se o Big Boss fosse esse traíra que você pensa que é, porque ele deixaria a Outer Heaven para o Venom? E você não constroi Outer heaven cara. Outer Heaven fica no Sul da África, se liga no mapa que achei no google: http://lalarebelo.com/wp-content/uploads/2015/06/MAPA-LUA-DE-MEL-AFRICA-DO-SUL-SEYCHELLES-MAURICIO-E-ZANZIBAR-TANZANIA.png

    21: Jone, a parte que o Big Boss fala que o Venom também é Big Boss não é só uma referência ao primeiro MG. Ele fala com o jogador. Por isso que o Venom é calado, ele representa o jogador. O Snake sempre foi um alter ego do Kojima. Dessa vez, você não joga com um alter ego dele mas sim o seu próprio. Você é o Big Boss, você quem passou por todos os momentos difíceis dos MGS’s anteriores, esse legado é seu também. O Kojima já estava saindo da Konami, ele te passou a tocha. Então “ele aceitou”, porque ele representa você, no caso de entender a mensagem. E a ideia não era ele morrer pro Solid mas sim mata-lo.
    Inclusive esse lance de convencer o Venom de que ele é de fato o Big Boss é uma referência ao MGS 4. Uma explicação ao fato do Ocelot pensar que é o Liquid.

    22: Solid Snake bom? Esse é um ponto de vista bem ingênuo. Ele é uma marionete dos Patriots e os próprios vilões que ele enfrenta o consideram um assassino frio.

    • smokingvader

      champs, puta textão. toma aí meu like pq fiquei com dó

      • Rafael Bard

        com dó do que? De levar a sério o trabalho dos caras e esclarecer algumas coisas que ficaram erradas?

        Não tem do que ter dó. Não seja panaca

  • @MarcusMaia_

    Caraka esse cast demorou para sair, hein?!
    Mas como diz o ditado: ” O mago nunca está atrasado” não sou tão conhecedor da obras como outros ouvintes, mas posso dizer que ficou bem legal o cast e trouxe informações valiosas para aqueles que ficaram perdido, sim o cast veio em boa hora.
    Em um determinado momento do cast, vcs afirmaram que a existência do game é um pouco exagerada, levando em conta que o plot é simples e se faz longo de mais para um final que se diz “revelador”, mas eu achei foda onde vc deixa de ser o personagem criado por kojima e ser torna o que vc quer, seja pelas suas atitudes e estrategias de sucesso ou fracasso meu V-Snake é diferente do seu V-Snake. ( não quero dar spoiler) , a liberdade chega a ser exagerada e incomoda em alguns pontos, o jogo seria mais redondo se mesclasse o mundo aberto (captação de recurso) e historia em ambientes fechados ou abertos com cenas ao estilo de MG como conhecemos ( com direito a bastante pipoca!)
    Fato! Eu fui engando pelo velho, sim!, mas eu comprei sua ideia e me deixaria ser engando novamente,mas isso não me tira a vontade de mata-lo com um esqueiro e um spray.
    No fim ótimo cast e que o próximo não demore muito rsrs

  • Eduardo Saavedra

    AVISO DE SPOILER:

    A questão do Big Boss manipular o Médico para se tornar um “novo Big Boss” o torna um monstro, sim, o que faz completa o círculo, ao estilo “He who fights monsters should see to it that he himself does not become a monster”.
    Isso é, relativamente, explicado quando se lembra do final do Metal Gear 2 e todo o discurso que ele faz sobre guerra e ser um guerreiro. Ele, ao usar o Venom, planejou criar a nação em Zanzibar, enquanto o Venom lutava pelo mundo como mercenário, criava e controlava Outer Heaven.
    Por conta de todo remorso que ele adquiriu por conta da vida desgraçada que teve, matando a Boss, perdendo os companheiros e tal, ele acaba se tornando aquilo que ele odeia porque (provavelmente) ele não sabe mais ser outra coisa. Isso é bem comum em estórias do estilo. No final de Metal Gear 2, ele fala, pro Solid Snake, que os pesadelos não param, que o valor de um soldado é continuar lutando, etc, demonstrando como ele está embrenhado na mentalidade de guerra, de ser um comandante.

  • finalmente terminei de ouvir <3

    recomendado pra quem já jogou (quem não jogou pode ouvir e se identificar com o Bonatti)