Sommeliers 01 – Fable Legends, Destiny DLCs e Shadowrun Dragonfall

Márcio, Jone e Bonatti discutem sobre o que estão jogando no momento.

DOWNLOAD DO PODCAST

Assine nossos feeds:
iTunes logo.fwFeed logo.fw

Instale nossos apps para celular:
googleplay logo

MS store logo.fw

Você pode enviar um e-mail para superamibos@gmail.com ou nos fazer perguntas no ask.fm/superamibos

Assista a versão em vídeo:

Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Email this to someone
  • Phelioz

    Sobre o Shadowrun, o jogo se sustenta na ambientação e história… Se não gostar de nenhum e nem outro, já desiste da série agora, pq. ao que tudo indica vão ser todos na mesma pegada. A jogabilidade é bem simples mesmo, não tem nada de especial em relação a jogos parecidos… 🙂

    Se quiser jogar pela história, tipo, terminar o primeiro por terminar, faça um personagem que usa rifle… Você vai ter um poder de ataque ótimo, e como consegue fazer umas táticas “hit and run” é viavel até jogar solo… Que foi o que eu fiz na maioria esmagadora das quests do Returns 😛 Ia sozinho mesmo e investia meu dinheiro em equipamento 😛

    No Dragonfall já vale a pena variar o grupo de acordo com a missão, nem sei se dá pra ir solo (provavelmente sim) mas eu nunca fui 😛

    • Eu joguei meia hora do Dragonfall e já senti alguma melhora no andamento dos diálogos e na forma que os personagens se relacionam entre si.

      O combate é de forma geral bem simples, mas eu sinto que existe uma chance de eu jogar ele até o fim (bem mais que o Returns)

    • Realmente o foco ta na história, muito bem contada, mas acho que quem abandonou o Returns pelo gameplay ainda pode dar uma chance ao Dragonfall. Não chega a ser outro jogo, mesmo pq, inicialmente foi uma DLC, mas acho que ele melhora e refina muita coisinha isolada que, juntas, fazem uma grande diferença.
      Enfim, até o momento estou gostando muito mais dele! =D Legal saber que mais gente aqui gostou da franquia!

  • Leonardo M Alves

    Gostei desse formato e ele sendo uma vez por mês deixa mais interessante, fica sendo um review do que vocês jogam só que mais informal. E achei muito engraçado a abertura que o Márcio fez para o programa, desculpa mas parece a abertura do cine privê da band rsrsrs

    • Huahauhua, minha esposa disse a mesma coisa da abertura

      • Leonardo M Alves

        Por favor não retirem a abertura, essa é a marca do sommeliers agora rsrs

  • Michel Melo de Souza

    E ae pessoal, sobre o Destiny, devo ter 300 horas ou mais de jogo somando 360 e XONE, acho um jogo excelente e extremamente viciante, na época do lançamento foi a unica coisa que joguei pelos próximos 4 meses, se o seu objetivo é chegar ao nível máximo e ter as melhores armas e armaduras, vai ser obrigado a fazer inúmeras vezes as mesmas missões (Principalmente assaltos), mas é divertido se tiver amigos jogando juntos. Destiny consegue fazer muitas pessoas, incluindo amigos meus, jogarem desde o lançamento até hoje (Confiram no grupo do facebook “Destiny Brasil”), acredito que isso tem relação com a opção de colecionar os melhores itens, porém, mais do que isso, tem o fator social. Conheci muitas pessoas jogando Destiny, tenho amigos com mais tempo para jogar que conheceram muito mais e o jogo passa a se tornar um ponto de encontro entre amigos. Tive a oportunidade de fazer uma RAID apenas 3 vezes e não tem nada mais divertido no jogo, principalmente se for junto com amigos próximos, ou pelo menos pessoas que que lhe tratem como tal. Enfim, Destiny está no meu coração (Meu XONE é adesivado com a logo do Destiny kkkkkk), jogo até hoje, mas bem menos do que na época do lançamento, e se quiserem marcar uma jogatina no XONE fico a disposição.

  • Anderson Paranhos

    Eu sei que vocês vão me zuar mas, quais são as músicas usadas de fundo no começo do cast?